quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Artigo: "Marina da Glória: licença para matar árvores"




No último fim-de-semana teve início mais um movimento da sociedade civil diante dos novos desmandos do poder público em nome dos Jogos Olímpicos, nesta Cidade do Rio de Janeiro em que "Tudo é pra Olimpíada".

Em sequência ao Ocupa Golfe, que tem dado visibilidade nacional e internacional ao escandaloso caso da obra de um Campo de Golfe dito Olímpico, em construção na Área de Proteção Ambiental de Marapendi - eliminando parte significativa do Parque Municipal Ecológico Marapendi, uma reserva ambiental que vem sendo implantada há meio século – agora é a vez do Ocupa Marina da Glória, um protesto contra o corte de árvores executado no Parque do Flamengo para a construção de um estacionamento, previsto em um novo projeto para o local. O arquiteto Canagé Vilhena apresenta suas considerações sobre o assunto neste artigo

Confiram.


Nenhum comentário: